Tecnologia da Informação: tudo sobre a carreira

Conteúdo abordado

Muito provavelmente você já deve ter ouvido o quanto o mercado de tecnologia está aquecido, e talvez até da luta que tem sido para que as empresas encontrem profissionais qualificados para desempenhar determinadas atividades.

Isso porque novas demandas de intervenção tecnológica vem surgido a todo momento e é necessário ter profissionais muito bem capacitados para pensar, desenvolver e implementar soluções.

Contudo, a disponibilidade de profissionais bem treinados não tem acompanhado a demanda, ocasionando uma falta de mão de obra capacitada em diversas áreas de tecnologia, ou seja, tendo mais vagas que candidatos aptos.

Todo esse buzz vem despertando o interesse por carreiras em tecnologia naqueles que estão em processo de decisão profissional – seja no adolescente que está diante da primeira escolha profissional ou no adulto que está ativo em outra área e quer fazer uma transição de carreira.

E é pensando em ajudar esses futuros profissionais de tech que temos aqui no Blog da Driven uma série de textos voltados para a informação profissional de carreiras na área de tecnologia.

Escolhemos para explicar detalhadamente neste texto a carreira em Tecnologia da Informação e você sairá daqui sabendo tópicos como o que faz um profissional de TI,  áreas de atuação,  o perfil profissional, como está o mercado de trabalho , salário médio, dentre outros.

Partiu aprender? :]

Panorama da Área de Tecnologia da Informação


A Tecnologia da Informação é uma área muito vasta, e está presente em instituições de todos os portes, desde um pequeno comércio até uma multinacional do ramo de tecnologia – se há um sistema inteligente operando, a TI passou por ali!

E como vivemos em um mundo sedento por otimizações tecnológicas, a Tecnologia da Informação passou a fazer parte do nosso dia a dia.

Mas, afinal, qual a definição de Tecnologia da Informação? Em suma, a Tecnologia da Informação é um campo que se dedica a estudar, projetar, desenvolver e implementar sistemas de informação, além de gerenciá-los e prestar suporte ao cliente.

Dessa forma, os profissionais de TI são os responsáveis por sustentar toda a infraestrutura tecnológica neste mundo hiperconectado.

O Que Faz um profissional de Tecnologia e Informação


Caso alguém se apresente para você dizendo apenas que trabalha com “Tecnologia da Informação”, será um pouco difícil imaginar no detalhe a rotina de trabalho dessa pessoa, concorda? 

Afinal a Tecnologia da Informação é uma área com demandas bastante diversas, e isso acaba gerando dinâmicas e rotinas distintas entre os profissionais da área – mas é claro que uma boa parte das pessoas vão imaginar todos os profissionais de TI codando ou consertando impressoras, rs.

Para se ter uma ideia da diversidade, a rotina de um profissional de TI pode ser, por exemplo, focada no desenvolvimento de sistemas e aplicativos, gerenciando rede de computadores, no tratamento de dados, em cibersegurança, suporte, dentre tantas outras opções.

Vale destacar também que, por se tratar de uma área muito dinâmica, novas demandas surgem a todo momento e, com isso, há uma necessidade de profissionais para desempenhar funções e ocupar cargos que ainda nem foram nomeados.

Mas, para tentar sair do abstrato, extraímos de um levantamento feito pelo site de empregos Indeed uma lista de atividades comuns na área de TI. Veja quais são:

Atividades comuns na área de TI

  • Gerenciar o desenvolvimento e suporte de hardware e software;
  • Realizar de estudos de viabilidade para novos produtos ou serviços;
  • Fornecer treinamento em tecnologia da informação;
  • Conduzir operações de suporte ao usuário;
  • Realizar atividades de processamento de dados usando uma variedade de programas de software de aplicação;
  • Executar tarefas administrativas para apoiar o trabalho do projeto, serviços técnicos e suporte ao usuário;
  • Desenvolver e gerenciar o sistema de telecomunicações de uma organização;
  • Realizar manutenção de equipamentos de telecomunicações;
  • Cuidar de redes de telecomunicações;
  • Gerenciar o desenvolvimento, configuração e implementação de sites da Web;
  • Gerenciar o desenvolvimento, implantação e manutenção de sistemas de informação para uma organização;
  • Monitorar o desempenho do sistema e solucionar problemas técnicos.

Com a lista deu para notar que um profissional de TI pode estar envolvido em atividades de diversos níveis de complexidade, não é mesmo?

Dessa forma, os profissionais podem desempenhar desde atividades operacionais nas áreas mais técnicas a atividades de tomada de decisão estratégica envolvendo a Tecnologia da Informação.

Quais São as Áreas de Atuação da Tecnologia da Informação


Além de ser um campo profissional bastante amplo e diverso, a Tecnologia da Informação tem muitas ramificações, gerando assim muitas subáreas.

Portanto, seria quase impossível retratar todas as possibilidades de atuação em TI aqui neste texto, mas selecionamos algumas áreas de atuação da Tecnologia da Informação que estão em evidência. Veja a lista abaixo:

 

7 áreas de atuação da Tecnologia da Informação que estão em evidência

 

Segurança da Informação

É uma área focada na gestão da informação, garantindo a confidencialidade, integridade e disponibilidade dos dados e aplicativos. Também tem um papel importante na orientação de processos de desenvolvimento de novas tecnologias para garantir que elas não apresentem vulnerabilidades.

Arquitetura de TI

O principal foco da Arquitetura de TI é traduzir os objetivos do negócio em termos técnicos para que as empresas possam projetar sistemas e desenvolver interfaces. Um arquiteto de TI auxilia no processo de determinação de quais tecnologias usar para atingir objetivos comuns.

Business Intelligence

Nesta área, os profissionais estarão em contato com o processo de coleta, análise e apresentação de dados para facilitar a tomada de decisões. Um Analista de BI é uma peça fundamental para que as organizações tomem decisões estratégicas e seguras.

Melhoria de processos

Aqui o profissional de TI pode trabalhar com estudos e análises para determinar como a tecnologia pode tornar os processos de uma empresa mais eficientes.

Desenvolvimento de sistemas

Já nesta área, o profissional de TI vai atuar diretamente na criação de sistemas visando otimizar processos. Além disso, os profissionais da área de Desenvolvimento de Sistemas também podem trabalhar garantindo a funcionalidade dos sistemas criados, prestando suporte caso necessário.

Gestão de Tecnologia da Informação

É uma área focada na organização do fluxo, como um todo, do setor de Tecnologia da Informação de uma instituição. O profissional poderá lidar com tarefas que vão desde implementar e gerenciar sistemas informatizados, trabalhar com hardware e software a resolver problemas de rede.

Cloud Computing

Esta é uma área de atuação em TI bastante promissora. Nela os profissionais são responsáveis por criar soluções, operar informações e gerenciar dados na nuvem, sempre garantindo a segurança da sua contratante.

Administração de Banco de Dados

Um administrador de banco de dados supervisiona todos os aspectos de um banco de dados, incluindo criação e manutenção, bem como os requisitos de segurança e suporte técnico para o próprio sistema de banco de dados.

 

Reforçando que a lista traz apenas uma parte das áreas de atuação de TI e, como já apontamos, é um campo super dinâmico e uma (ou mais) nova área de atuação pode estar surgindo neste exato momento.

Qual é o Perfil do profissional da área de TI


Sendo uma área tão diversa, não há uma definição fechada de qual é o perfil do profissional de TI, mas, no geral, o profissional de TI precisa gostar de lógica matemática, ter afinidade com as novas tecnologias, gostar de desafios e não se cansar de estudar.

Mas se você não manda bem em matemática não descarte a área logo de cara, afinal muitas pessoas que acreditam que “não são boas em matemática” tiveram pouco estímulo na área de exatas durante a formação escolar.

Ou seja, para ir para a área de TI não precisa ter sido o melhor aluno de matemática na escola, mas sim estar disposto a estudar e aprender o que for necessário para atuar na área.

Mas olhando para os profissionais que já estão atuando na área, podemos levar em consideração um levantamento feito pelo site americano The Balance Careers que aponta algumas habilidades essenciais ao profissional de TI. Veja quais são:

 

4 habilidades essenciais ao profissional de TI

 

Habilidades de programação

Mesmo para cargos que não são especificamente de programação/desenvolvimento, um profissional de TI deve, pelo menos, conhecer as linguagens de programação mais básicas, como HTML e C ++.

Habilidades de comunicação

As habilidades de comunicação é uma das soft-skills extremamente importantes para qualquer pessoa em TI, pois os profissionais de tecnologia da informação geralmente precisam trabalhar em várias equipes e grupos.

Os profissionais de TI podem ser, inclusive, convocados para apresentar ideias e relatórios para grupos maiores, até mesmo pessoas de fora da área de tecnologia. Portanto, é preciso regular suas emoções e comunicar-se de maneira objetiva e adaptada.

Abertura para aprender e networking

Ser um profissional que dá abertura para trocas de conhecimentos faz toda diferença na área de TI, afinal é uma área que muda constantemente e sempre tem alguém que pode compartilhar algo de útil.

Gestão de tempo e de projetos

Um profissional de TI deve ser capaz de avaliar com precisão quanto tempo um projeto deve durar e, então, ser capaz de cumprir esses prazos autogerenciando sua produtividade.

E se almeja cargos de gestão, deverá também ser capaz de ajudar uma equipe inteira a gerenciar as horas de trabalho, buscando o equilíbrio entre descanso e cumprimento do prazo.

Como Está o Mercado de Trabalho em Tecnologia da Informação


Na contramão da escassez de ofertas de emprego de outras profissões, a área de Tecnologia da Informação está em pleno crescimento. Pesquisas apontam que, só em 2020, a busca por profissionais de TI cresceu 670%.

E há, inclusive, mais vagas do que profissionais qualificados, e isso acaba gerando longos atrasos em projetos e desenvolvimento de soluções – nada bom para a economia do país.

Mas a falta de profissionais qualificados não atinge só o Brasil, o que leva recrutadores de empresas internacionais a abordarem candidatos até mesmo de outros continentes.

E os profissionais de TI brasileiros estão sendo abordados com ofertas de trabalho muito boas e, muitas vezes, em moedas mais valorizadas que o real. E com a popularização do home office, é possível continuar vivendo no Brasil mesmo trabalhando em outro país.

Portanto, o mercado de trabalho em TI está a todo vapor e necessitando de mais profissionais capacitados.

Um levantamento da Robert Half, consultoria de recursos humanos, aponta quais são os cargos em TI que estarão em alta em 2022. Veja a lista abaixo:

10 cargos em TI que estarão valorizados em 2022

  • Desenvolvedor Front-End 
  • Desenvolvedor Full Stack 
  • Arquiteto de soluções
  • Tech Lead
  • Profissional de infraestrutura
  • Profissional de segurança da informação
  • Desenvolvedor Back-End 
  • DeVops
  • Product Owner
  • Profissional de dados

Ainda segundo o mesmo levantamento, as indústrias que lideram as contratações dos profissionais de TI são do ramo de tecnologia, mercado financeiro, varejo, startups e logística.

Quanto Ganha um profissional de TI


No geral, os profissionais de TI são muito bem remunerados, mas há uma variação salarial considerável entre áreas e níveis de senioridade.

E o fator de escassez de profissional também faz com que alguns profissionais recebam ofertas altíssimas. 

Dá uma olhada na previsão de remuneração de alguns cargos de TI para 2022:

  • Desenvolvedor Front-End Sênior: de R$ 11.550 a R$ 19.350
  • Gerente de Segurança da Informação: de R$ 20.050 a R$ 33.550
  • Desenvolvedor Full-Stack Pleno: de R$ 8.100 a R$ 13.550
  • Especialista/Cientista de dados: de R$ 13.100 a R$ 21.950
  • Desenvolvedor Back-End Pleno: de R$ 6.900 a R$ 11.600

Os dados são do Guia Salarial da Robert Half, que evidencia como o profissional de TI continuará sendo muito bem remunerado.

E de acordo com uma pesquisa da startup de recrutamento Revelo, no ano de 2021 a média salarial dos profissionais de tecnologia teve uma valorização de 55% nas capitais São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Belo Horizonte (MG). 

A remuneração média nessas capitais entre setembro de 2020 a fevereiro de 2021 saltou de R$ 6.020,41 para R$ 9.364,21, ou seja, quase 8,5 vezes o salário mínimo no país.

Como se tornar um profissional de TI

Para iniciar uma carreira na área de tecnologia da informação é possível começar de diversos pontos de partida. Algumas áreas, inclusive, não exigem nem mesmo diploma de estudos formais, seja técnico, tecnólogo ou faculdade.

Mas vale ressaltar que uma boa formação é necessária, principalmente para quem não tem nenhuma base na área. Então se você quer entrar na área de TI esteja preparado para estudar bastante, seja na faculdade, cursos focados ou em fóruns na internet.

Uma boa formação não necessariamente significa uma faculdade, ainda mais considerando que atualmente é possível encontrar diversas formações muito mais focadas e alinhadas com os objetivos profissionais dos alunos e também às demandas do mercado de trabalho.

E há excelentes cursos de curta a média duração, como a formação em desenvolvimento full-stack da Driven, que leva apenas 9 meses para formar um profissional capaz de construir um site/aplicação do zero.

formações como essa da Driven tem uma vantagem que faz toda diferença na carreira do profissional, que é o desenvolvimento de soft-skills e atenção à carreira. Isso é importante porque não basta apenas ensinar a pessoa a programar para que ela seja bem absorvida pelo mercado de trabalho.

Vale a pena seguir carreira em Tecnologia da Informação?


Não restam dúvidas que é uma área com muitas oportunidades de trabalho e remunerações acima da média, não é mesmo? Então, considerando o fator empregabilidade, vale muito a pena seguir carreira na área de Tecnologia da Informação.

Apesar da extrema importância do fator ‘empregabilidade’, este não deve ser o único critério a ser levado em consideração no momento da sua escolha profissional, tendo o autoconhecimento um importante papel na decisão.

Sendo assim, reflita sobre a rotina que você gostaria de ter, o work life balance, o ambiente de trabalho e as relações profissionais que quer cultivar, em seguida relaciona-os com o que tem pesquisado sobre a área de TI e se há um match. 

Está buscando uma formação em TI de excelência?


Então você precisa conhecer a
formação intensiva da Driven, que é uma formação completa que te prepara para entrar no mercado de tecnologia como desenvolvedor full-stack em 9 meses.

O curso é organizado em quatro trilhas de conhecimento, sendo elas:

  • Desenvolvimento Full-Stack;
  • Fundamentos da Computação;
  • Desenvolvimento de Soft-Skills;
  • Desenvolvimento de Carreira.

Vale ressaltar que durante a formação você não pagará nada. Só começará a pagar quando estiver ganhando mais do que R$4.000/mês.

Ou seja, a Driven acredita tanto na qualidade da formação técnica e comportamental que oferece que tem certeza que os alunos serão contratados rapidamente e poderão, assim, pagar pelo curso tranquilamente.

Acesse a página da formação da Driven para não perder as datas das próximas turmas!

Mafe Alves

Mafe Alves

Psicóloga e Orientadora Profissional e de Carreira

Saiba quando abrirmos as próximas turmas